Coren-PA realiza fiscalização em hospitais e unidades de saúde

[R-slider id=”1″]O Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren-PA) realizou entre os dias 23 e 26 de fevereiro uma grande operação de fiscalização na cidade de Breves, na Ilha do Marajó, além de reuniões com a secretária de saúde, diretor do Hospital Municipal, promotor público, diretor do Hospital Regional do Marajó e intergestores da região do Marajó.

A Operação Breves, conduzida pelo presidente do Coren-PA, Mário Vieira, os conselheiros Raimundo Picanço e Márcia Simão, as fiscais Ádria Brito, Monica Genu e Cláudia Travassos, e a procuradora Ísis Gomes, desenvolveu ações para verificar as condições de atendimento nas unidades de saúde básica do município, principalmente no que diz respeito ao exercício profissional de enfermagem.

A equipe de fiscais do Coren vistoriou 11 Equipes Saúde da Família (ESF), detectando várias irregularidades nas unidades visitadas que comprometem a qualidade do serviço de saúde, como o descumprimento da resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que estabelece que o enfermeiro faça a coleta de Papanicolau (PCCU), a ausência de termômetro que garante a conservação das vacinas, o processo de esterilização ineficaz devido o déficit de materiais para o procedimento, entre outras.

No dia 25/03, a equipe do Coren apresentou as não conformidades para a secretária de saúde Jucineide Alves e ao diretor do Hospital Municipal, Dariolino Chaves. Durante a reunião, a secretária de saúde se mostrou atenta aos problemas expostos, assim como disposta a resolvê-los o mais breve possível, fazendo uma observação quanto a outras demandas que requerem um pouco mais de tempo para serem atendidas. Na ocasião, contou a equipe do Coren que já vem desenvolvendo alguns projetos em prol da saúde na cidade e que em maio será inaugurada a UPA, o que dará um salto importante no segmento da saúde, pois irá transferir do Hospital Municipal o atendimento de urgência e emergência.

O Coren ainda se reuniu mais uma vez para apresentar a situação encontrada pelos fiscais ao promotor Cícero Barbosa, pedindo o apoio do Ministério Público, pois, como um órgão fiscalizador, espera que haja colaboração no sentido de verificar se as demandas serão cumpridas. Segundo o promotor, a saúde é uma causa importante que merece atenção e que vai aguardar o relatório do Coren para que as devidas providências sejam tomadas.

Outro assunto que ganhou atenção foram os cursos EAD de enfermagem. Mais uma vez o Coren enfatizou a posição contrária à criação desses cursos, pois conduz esses profissionais ao erro, fragiliza o atendimento a população, deixando-a vulnerável a qualquer risco.

O presidente Mário Vieira colocou o Coren-PA à disposição da região do Marajó para poder dar assistência ao sistema de saúde, seja em fiscalização ou em cursos de capacitação e aperfeiçoamento do enfermeiro na região. A equipe do Coren faz um balanço positivo do que foi discutido durante a Operação Breves e vislumbra melhorias.

Fonte: Coren-PA

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Share on Tumblr0Pin on Pinterest0

Deixe o seu comentário

Comentários